Poltrona de amamentação: Dicas para escolher o melhor modelo

A poltrona de amamentação é um dos meus itens indispensáveis num enxoval de bebê e, embora algumas mamães digam que não usaram, para mim fez muita diferença. (Veja o motivo no Post: 10 itens indispensáveis para o enxoval de um bebê) Mas a questão é que hoje em dia existem tantos modelos que você acaba ficando perdida e compra uma opção mais pela beleza ou valor e fica com um item desconfortável e inútil em casa. Nesse Post, vou te contar algumas dicas para escolher o melhor modelo de poltrona para amamentação.

♥ Busque conforto:

Coloque uma coisa em mente: A poltrona deve ser confortável! Eu sei que na hora da compra mil coisas passam pela sua cabeça – Ah! Vou comprar uma poltrona que dê pra decorar a sala depois pra não perder dinheiro. Ou, Preciso de uma poltrona Lilás e como só tem essa, vai ela mesmo… Não te indico esse tipo de pensamento. A poltrona deve ser confortável PARA A AMAMENTAÇÃO, depois você revende ela, doa empresta pra amiga grávida, enfim… Compre uma opção confortável! Ou seja, esse é um daqueles itens que você vai ter que testar. Mesmo que você vá comprar pela internet, procure uma loja que tenha o modelo no mostruário. Diz que está decidindo ainda, que está testando… Essa é a hora de provar tantas quanto puder.

♥ Características importantes:

poltrona ideal – exemplo 1

No meu ponto de vista, a poltrona para ser confortável deve conter alguns pontos:

– O encosto da lombar deve ser acolchoado e não pode ser muito fundo. A sua lombar deve encaixar certinho e suas costas devem ficar retas.

– O encosto para as costas deve ser alto suficiente para você encostar a cabeça. Nada daqueles modelos baixinhos com o encosto na altura dos ombros. Na hora do cochilo, sua cabeça vai rodar tanto que ao invés de um momento de relaxamento, você vai acabar ganhando um torcicolo.

– Dê preferência aos modelos com encosto lateral para a cabeça. Eles são maravilhosos para evitar aquela tombada básica da cabeça pra frente. A cochilada fica ainda mais segura.

– Procure poltronas com tecidos fáceis de limpar. Bebês regurgitam, a fralda vaza, enfim, a possibilidade de sujar a poltrona é bem alta.

– O modelo não deve ser muito mais largo que seu corpo. Calcule um espaço suficiente para encaixar seu corpo e uma almofada de amamentação. Isso será o suficiente. Veja também se você consegue se apoiar nos braços laterais e numa altura confortável.

– Seus pés devem encostar facilmente no chão com os joelhos dobrados a 90 graus. Caso seja possível, opte por um puff para apoiar os pés.

poltrona ideal – exemplo 2

– Opções com balanço são ótimas para ninar o bebê enquanto você descansa. Tente já acostumá-lo a ser ninado sentado na poltrona ou direto no berço. Acredite, mais pra frente os quilinhos do seu bebê vão começar a forçar a sua coluna.

– Se você precisa de uma cor específica para completar o quarto do bebê, mas não está achando num modelo confortável, eu te indicaria comprar uma poltrona com essas características e trocar o tecido. Ainda existe a opção de fazer uma capa pra poltrona da sua cor de preferência. É uma opção boa até pra lavar.

♥ Minha experiência:

A minha poltrona tinha todas essas características, menos o encosto lateral para a cabeça. Como eu precisava dela para logo, comprei no OLX e não havia tanta variedade de opções próximo a minha residência. Ela foi ótima, mas confesso que faltou esta característica para ficar perfeita. Hoje, depois de minha experiência, sei que deveria ter comprado ainda na gestação com tempo para achar uma nesses moldes. Mas vivendo e aprendendo… Êêê maternidade! rsrsrs

Essas são as minhas dicas para você escolher uma poltrona boa para tornar as suas noites em claro menos estressantes. Acredite! Nessa fase inicial qualquer oportunidade de cochilo deve ser aproveitada rsrsrs Se você tem outra dica, deixa aqui nos comentários. Será um prazer adicioná-la ao post. Beijooooo

Bruna Souza

Mãe de primeira viagem que descobre o universo materno a cada dia que passa.

Website: https://cheirodebebe.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *